PMBOK: Criatividade em Grupo - Brainstorming


As técnicas de criatividade em grupo são usadas com o objetivo de potenciar a discussão e a troca de ideias. O objetivo é que dessa troca e partilha livre de opiniões possam surgir soluções criativas, mais inovadoras e, sobretudo, partilhadas e aceites por todos.
 
A técnica de criatividade em grupo mais conhecida é o Brainstorming “Tempestade de Ideias”, que pode ser definida como “uma técnica de conferência através da qual um grupo de pessoas procura, através da discussão crítica de ideias espontâneas, encontrar uma solução para um problema específico”. No âmbito das sessões de Brainstorming é por vezes utilizada uma técnica de ajuda à exposição de ideias conhecida pelo nome de Mind Mapping (Mapas Mentais), à qual nos referiremos em próximo artigo.


O objetivo principal de uma sessão de brainstorming é o de criar um ambiente propício à partilha de ideias e tomada de decisão em grupo. A intenção é organizar uma sessão que promova a participação de todos os membros do grupo numa discussão crítica e de troca de ideias orientada à tomada de decisão sobre um determinado assunto.

A vantagem que a decisão em grupo tem, face ao processo de decisão individual, reside não tanto na capacidade que a primeira tem de incorporar conhecimento de vários indivíduos, geralmente com visões e especializações diferentes, mas sobretudo na capacidade que as sessões de brainstorming têm de gerar discussão crítica sobre as diversas alternativas possíveis.

Com a técnica de Brainstorming consegue reduzir-se o domínio de um indivíduo ou de pequenos grupos, e aumenta-se a participação de todos os integrantes do grupo, dando estímulo à colaboração daqueles que, normalmente, não participam. A decisão resultante é habitualmente mais inovadora, completa e abrangente, para além de ser entendida por todos os participantes como uma decisão de todos, e que todos têm a responsabilidade de concretizar.

O objetivo imediato da sessão de brainstorming não é tanto a "criatividade" mas sobretudo a participação. A participação é mais importante que a criatividade. Soluções inovadoras e pouco tradicionais para os problemas são bem-vindas e incentivadas, entretanto a sessão terá sucesso desde que se chegue a uma solução reconhecida por todos como válida, mesmo que não se criem ideias novas.

Organização de uma sessão de Brainstorming

Uma sessão de Brainstorming bem-sucedida encoraja um grupo de pessoas, lideradas por um facilitador, a expressar as suas ideias sobre um assunto específico num ambiente de crítica construtiva. O grupo explora e prioritiza as ideias expostas conseguindo, na maioria das vezes, incorporar elementos e ideias de diversos indivíduos para criar novas e criativas soluções.

Abertura e comunicação honesta são os fatores críticos para o sucesso de uma sessão de brainstorming. Para obter isso, o facilitador deve começar por criar um ambiente confortável e por definir claramente qual o problema em causa e o que se pretende com a sessão de brainstorming.

Uma sessão de Brainstorming tem de ter um moderador / facilitador o qual é responsável por organizar a sessão e garantir o seu normal funcionamento. Os procedimentos para organizar uma sessão de Brainstorming eficaz são os seguintes:

  1. Encontrar um local apropriado para fazer uma reunião que pode ser demorada e por vezes algo barulhenta;
  2. Reunir o grupo de pessoas que se considera adequado para encontrar uma solução para determinado problema (o ideal é que o grupo tenha entre 6 a 12 pessoas);
  3. Defina o tempo de duração da sessão;
  4. Explicar aos participantes as regras pelas quais se guiará a sessão de Brainstorming:
    1. Não julgar as ideias expostas. Não personalize as questões. Todas as ideias são boas;
    2. Registar todas as ideias exatamente como são expostas, por mais desadequada que lhe pareçam ser;
    3. Encorajar a discussão critica. Em vez de tentar encontrar a sua solução, cada participante deve dedicar-se a pensar nas ideias dos outros, analise-as de forma critica e tente encontrar novas ideias (Ideias geram novas ideias.);
    4. Seja criativo. Ponha de lado ideias preconcebidas e constrangimentos (Pense fora da caixa).
  5. Prepare um sistema para a captura das ideias. Seja um quadro de parede, folhas de papel, post-its, sistema de software, o que é importante é dispor de um sistema flexível que permita a todos os intervenientes verem as ideias e as propostas de cada participante;
  6. Designe um membro do grupo para tomar nota de todas as ideias;
  7. Explicite de uma forma simples e clara o problema que necessita de ser solucionado;
  8. Encoraje cada membro do grupo a participar com ideias;
  9. Discuta de forma crítica as ideias apresentadas. Tente perceber o que está por detrás e porque é que no contexto daquele problema especifico aquela ideia surgiu;
  10. Deixe a discussão e a troca de ideias fluir. Retire conclusões só no final, quando sentir que já não surgem ideias novas.
Para mais informação sobre a técnica de brainstorming consulte os seguintes endereços web:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

9 Programas de Software Grátis para Gestão de Projetos

PMBOK: Ferramentas e Técnicas - Estimar Custos do Projeto

Como Fazer o Plano de Comunicação do Projeto