Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2013

A Importancia da Decisão de Cancelar o Projeto

Imagem
Ao longo da nossa atividade como gestores de projeto somos por vezes confrontados com a decisão de proceder ao fecho antecipado de um projeto.

Cancelar um projeto é sempre uma tarefa ingrata. Dado que a maioria das organizações, não dispõe de mecanismos de controlo vocacionados para a decisão de continuar ou cancelar projetos em curso, essa responsabilidade, e a iniciativa de propor ao promotor do projeto o eventual fim antecipado, cabe ao gestor de projeto.


PMBOK: Ferramentas e Técnicas - Diagrama de Causa e Efeito / Diagramas de Ishikawa / Diagramas de Espinha de Peixe

Imagem
Os Diagramas de Causa e Efeito, também chamados de Diagramas de Ishikawa ou Diagramas Espinha de Peixe ou, ainda, Diagrama “6M”, ilustram como os diversos fatores de origem podem ser ligados a possíveis problemas ou efeitos, sendo por isso uma ferramenta muito útil para identificar, explorar e relevar todas as causas possíveis de um determinado problema ou condição específica.

Nas áreas industriais, e genericamente em muitas outras áreas, as principais causas podem ser agrupadas em 6 categorias, conhecidas como os “6M”.

A Importância do Fluxo de Caixa para o Sucesso dos Projetos da sua Empresa

Imagem
Quando um empreendedor decide abrir uma empresa, ele deve possuir algumas noções básicas de administração para gerenciar corretamente o seu projeto. Isso o ajuda a chegar ao seu objetivo de maneira profissional sem riscos obter prejuízos.

Para chegar a este resultado, é interessante que o empreendedor tenha conhecimentos em ferramentas que possibilitam analisar os custos e as despesas de sua empresa, para que, dessa forma, tenha o melhor controle de seus gastos e um parâmetro visual de onde se deve investir e onde reduzir para manter o seu negócio obtendo lucros.

Critérios para Avaliar o Sucesso do Projeto

Imagem
Tradicionalmente, osmétodosde medição de desempenhode projetosse dividem em doisgrupos: métodos de avaliação económicos e métodos de avaliação pragmáticos, sendo que os segundos são normalmente usados como critérios de sucesso do projeto.

Os modelos de avaliação  económica são baseados emmétricas financeirasetêm por objetivo avaliar se o projeto alcançou ou não alcançou o valor financeiro esperado.Critérios de avaliaçãoeconómicos são, por exemplo: 

Retorno do Investimento / Return on Investment (ROI)Retorno do capital Utilizado / Retorno on Capital Enployed (ROCE)Balanced Scorecards
O desafio comessas métricasé que elas sãotodasde carácter retrospetivo, isto é, podemosprever qual vai ser o ROI do nosso projeto  (na verdade devemos fazer essa previsão porque ela é necessária para construir o caso de negócio) ...

PMBOK v5: Qualidade do Projeto - Ferramentas e Técnicas

Imagem
O controlo da qualidade do projeto é feito com recurso a um conjunto de ferramentas básicas para a gestão e controlo da qualidade (Sete Ferramentas Básicas de Qualidade), às quais se junta a Amostragem Estatística, as Inspeções, e a Revisão dos Pedidos de Alteração Aprovados. As sete ferramentas básicas de qualidade são usadas nos processos 8.1 – Planear a Gestão da Qualidade e 8.3 – Controlar a Qualidade, do PMBOK v5.
Nas versões anteriores do PMBOK este conjunto de sete ferramentas apareciam descriminadas, no âmbito dos processos de qualidade. A nova versão do PMBOK apresenta-as como aquilo que na realidade são, isto é, um conjunto de ferramentas complementares usadas em todas as metodologias de qualidade, facilitando por isso a sua compreensão e utilização prática.

PMBOK v5: 8.3 - Controlar a Qualidade do Projeto

Imagem
Num projeto não se mede tudo o que “mexe”, mas deve medir-se tudo o que é relevante para avaliar a qualidade dos processos e do produto que está a ser criado. No PMBOK, a gestão da qualidade segue o ciclo de qualidade normalmente usado em muitas outras metodologias, isto é:

Planear quais os critérios de qualidade relevantes e a forma como vamos poder assegurar que os mesmos são cumpridos ao longo de todo o ciclo de vida do projeto
Extrair os dados, calcular as métricas, avaliar os desvios, decidir sobre as ações corretivas a realizar
Controlar Implementar as alterações para que o projeto retome o nível de qualidade desejada, e avaliar o resultado.

Não vale a pena ter um plano de qualidade que prevê um conjunto de métricas muito sofisticadas, se depois não tivermos possibilidade de extrair atempadamente, e a um custo razoável, os dados necessários para o seu cálculo.

À semelhança do que se passa com o processo 8.2 – Realizar a Garantia de Qualidade do Projeto, também o processo 8.3 - …

PMBOK: Ferramentas e Técnicas - A Declaração de Trabalho (Statement of Work)

Imagem
O que é a Declaração do Trabalho?
A Declaração de Trabalho ou SOW, define o que é que você precisa que seja feito por um fornecedor externo. A Declaração do Trabalho descreve o trabalho que tem de ser realizado por um fornecedor, e os os materiais e equipamentos que deverão ser fornecidos, dentro de um prazo definido. Por fornecedor, entende-se aquele que vai realizar o trabalho, podendo o termo fornecedor aplicar-se a uma entidade externa ou interna à organização onde o projeto está a ser realizado. A Declaração de Trabalho permite ao cliente explicitar de forma detalhada e formal quais são as suas necessidades.
Para que serve a Declaração do Trabalho?
Sempre que for preciso solicitar a intervenção de um fornecedor externo, ou interno, deve ser criada uma Declaração de Trabalho. Ela ajuda a esclarecer o que é que o cliente pretende do seu fornecedor e os prazos em que o trabalho deve ser concluído.

PMBOK v5: 8.2 - Garantir a Qualidade do Projeto

Imagem
A garantia da qualidade, é um processo que deve perdurar ao longo de todo o ciclo de vida do projeto, consistindo em todas as atividades planeadas e sistemáticas que são implementadas dentro do sistema de qualidade de modo a assegurar que o projeto irá satisfazer os padrões relevantes de qualidade. Devido às especificidades que comporta, e ao tempo que consome, o processo de assegurar a garantia da qualidade é, na grande maioria das vezes, executado por um departamento especializado em Garantia de Qualidade e Gestão de Risco.