O Que é o PMBOK?


O livro A Guide to the Project Management Body of Knowledge ou Guia para o Conjunto de Conhecimentos de Gestão de Projetos, mais conhecido como “PMBOK Guide”, é da autoria do Standards Committee (Comité de Padronização) do Project Management Institute – PMI.

O PMBOK tem como objetivo identificar o conjunto de conhecimentos de gestão de projetos que são amplamente reconhecidos como boa prática. Ser amplamente reconhecido significa que é aplicável na maior parte do tempo e que existe um consenso em relação à sua utilidade.

O PMBOK é um conjunto de boas práticas, organizadas em processos e métodos e não é uma metodologia, pois:

  1. É genérica, não distinguindo os diferentes tipos de projeto. Apesar do PMI disponibilizar extensões ao PMBOK que são exclusivas para setores de atividade específicos (Construção, Setor Público, etc.), as boas práticas incluídas no PMBOK são genéricas e podem ser usadas para gerir qualquer tipo de projeto.
  2. Não tem fundamentação teórica. Os processos e a forma como estão organizados são fruto da experiencia de uma vasto numero de gestores de projeto do PMI os quais, periodicamente se voluntarizam para o atualizar;
  3. Não fornece indicações sobre a forma como poderá ser configurado de forma a adaptar-se às peculiaridades das organizações que o utilizam (dimensão, cultura, tipo de projeto, etc.);
  4. Não diz como fazer. Por exemplo não define modelos específicos de documentação a serem utilizados durante o processo de gestão.

Pelas razões expostas o PMBOK não pode ser considerado como uma metodologia, mas sim como um manual que descreve um conjunto de conhecimentos para a gestão de projetos e que, para ter uma utilização efetiva em ambiente real de gestão de projetos, tem de ser complementado com um vasto leque de informação que detalhe e dê aplicação prática aos processos e métodos referidos no PMBOK.

Todavia a utilização generalizada e o facto de estar na base de quase todas as metodologias de gestão de projeto, fizeram do PMBOK “uma norma de facto” muito antes de em 1999, ter sido reconhecido pelo ANSI (American National Standards Institute) como uma norma para a gestão de projeto.


A versão atual do PMBOK é a 5  e dela constam 47 processos divididos em 5 grupos de processos e 10 áreas de conhecimento que o gestor de projetos deve dominar para poder realizar cada um desses processos. Os 5 grupos de processos são os seguintes:
  1. Inicio
  2. Planeamento
  3. Execução
  4. Monitorização e Controlo
  5. Fecho
As 10 áreas de conhecimento para a gestão de projeto referenciadas no PMBOK são as seguintes: 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

9 Programas de Software Grátis para Gestão de Projetos

Como Fazer o Plano de Comunicação do Projeto

PMBOK: Ferramentas e Técnicas - Estimar Custos do Projeto