PMBOK v5: Declaração Âmbito / Escopo do Projeto


De acordo com o PMBOK v5 a declaração do âmbito / Escopo do Projeto é um resultado do processo 5.2 Definir o Âmbito / Escopo e uma entrada do processo 5.3 Criar Estrutura Analítica Projeto (EAP / WBS).

A declaração do âmbito / escopo do projeto descreve detalhadamente as entregas do projeto e o trabalho necessário para criar essas entregas, sendo um documento fundamental para criar, entre todos os envolvidos no projeto, um entendimento comum sobre os objetivos do projeto, o que vai ser feito e como vai ser feito.
 
Um bom documento de declaração do âmbito / escopo do projeto permite à equipe do projeto planear o trabalho com mais detalhe e criar a correspondente linha base, o que facilitará a orientação e o controlo, durante da fase de execução do projeto.

Por ultimo, uma correta declaração do âmbito / escopo do projeto, na medida em que define claramente os objetivos do projeto, as funcionalidades a criar e as excluídas, torna mais eficaz e eficiente o processo de gestão de alterações.

A declaração do âmbito / escopo detalhada do projeto deve incluir, ou fazer referência, os seguintes assuntos e documentos:

Objetivos do projeto - Os objetivos do projeto incluem os critérios mensuráveis do sucesso do projeto. Os projetos podem possuir uma ampla variedade de objetivos técnicos, de negócios, custo, cronograma e qualidade. A definição de um objetivo só é útil se a ela estivar associado um atributo (é aquilo que se vai medir para avaliar se o objetivo foi ou não atingido, e uma ou mais métricas (é a forma como o atributo vai ser medido/avaliado).

A avaliação de um objetivo não pode ser subjetiva. Os objetivos são avaliados recolhendo dados que permitem calcular métricas as quais avaliam determinados atributos que definem os objetivos que queremos controlar. De nada vale definir objetivos se não for praticável o cálculo das necessárias métricas.

Dois exemplos práticos:
  1. Um objetivo de sucesso no projeto, tem um atributo que é o custo, e uma métrica que pode ser o valor em euros/dólares no final do projeto. Conjuntamente com essa métrica devemos definir o parâmetro que permite a interpretar os resultados (inferior a determinado valor representa sucesso).
  2. Um objetivo de qualidade para a avaliação de determinado produto de software pode ser a adequação funcional. Para podermos avaliar se determinado produto cumpre o objetivo é necessário:
    1. Definir o que é o atributo adequação funcional: Avalia o número de funções que são adequadas às necessidades dos utilizadores, comparando o número de funções que são adequadas para a efetivação das tarefas referidas pelos utilizadores como indispensáveis, com o número total de funções avaliadas.
    2. Criar uma métrica para medir o atributo: X = 1 – A / B em que A – Número de funções em que foram encontrados problemas durante a avaliação, e B – Número total de funções avaliadas.
    3. Fornecer indicações sobre como interpretar os resultados: 0 <= X <= 1; Quanto mais próximo de 1 mais adequado é o software.
Descrição do âmbito / escopo do produto - Descreve as caraterísticas do produto, serviço ou resultado que o projeto pretende criar. Essas caraterísticas terão normalmente menos detalhes nas fases iniciais, sendo mais detalhadas posteriormente, á medida que as caraterísticas do produto forem progressivamente elaboradas. Embora sabendo que as caraterísticas sofrerão alterações, á medida que a fase de planeamento decorre, e durante a fase de execução, a descrição do âmbito / escopo deve obrigatoriamente fornecer detalhes suficientes para suportar o planeamento posterior do âmbito / escopo do projeto.

Requisitos do projeto - Descreve as condições ou capacidades que devem ser atendidas ou possuídas pelas entregas do projeto para satisfazer um contrato, norma, especificação ou outros documentos formalmente impostos. A identificação das partes interessadas no projeto e a análises das suas necessidades, desejos e expetativas permitirá a criação de uma lista prioritizada de requisitos.

Limites do projeto - Normalmente identifica o que está incluído dentro do projeto. Declara de forma explícita o que está excluído do projeto, para evitar que uma parte interessada possa supor que um produto, serviço ou resultado específico é um componente do projeto.

Entregas do projeto - As entregas incluem tanto as saídas que compõem o produto ou serviço do projeto, como resultados auxiliares, como documentação e relatórios de gestão de projetos. Dependendo da declaração do escopo do projeto, as entregas podem ser descritas de forma sumarizada ou detalhada.

Critérios de aceitação de produtos - Define o processo e os critérios para aceitar os produtos terminados.

Restrições e Constrangimentos do projeto - Lista e descreve as restrições específicas do projeto associadas ao escopo do projeto que limitam as opções da equipe. Por exemplo, são incluídos um orçamento predefinido ou datas impostas (marcos do cronograma) divulgadas pelo cliente ou pela organização executora. Quando um projeto for realizado sob contrato, em geral as cláusulas contratuais se constituirão em restrições. As restrições listadas na declaração do escopo detalhada do projeto são normalmente mais numerosas e mais detalhadas do que as listadas no termo de abertura do projeto.

Premissas do projeto - Lista e descreve as premissas específicas do projeto associadas ao escopo do projeto e o impacto potencial dessas premissas, se não forem confirmadas. Frequentemente, as equipes de projetos identificam, documentam e validam as premissas como parte do seu processo de planejamento. As premissas listadas na declaração do escopo detalhada do projeto são normalmente mais numerosas e mais detalhadas do que as listadas no termo de abertura do projeto.

Organização inicial do projeto - São identificados os membros da equipe do projeto e as partes interessadas. A organização do projeto também é documentada. Riscos iniciais definidos. Identifica os riscos conhecidos.

Marcos do cronograma
- O cliente ou a organização executora podem identificar marcos e colocar datas impostas nesses marcos do cronograma. Essas datas podem ser consideradas como restrições do cronograma.

Requisitos para a gestão de configuração do projeto - Descreve o nível de gestão de configuração e o processo de controlo de alterações que será implementado no projeto.

Especificações do projeto - Identifica os documentos de especificação com os quais o projeto deve estar de acordo.

Requisitos de aprovação - Identifica os requisitos de aprovação que podem ser aplicados a itens como objetivos, entregas, documentos e trabalho do projeto.

Estimativa Aproximada de Custos - A estimativa de custos do projeto indica o custo total esperado do projeto e é normalmente precedida de um modificador que fornece alguma indicação de exatidão como, por exemplo, conceitual ou definitiva.

Limitações de custos - Descreve qualquer limitação dos recursos financeiros do projeto, uma limitação do valor total ou uma limitação imposta em prazos especificados.

EAP/WBS inicial – Lista detalhada dos entregáveis do projeto e das atividades que necessitam ser executadas para criar o produto ou serviço. È uma estrutura em árvore, organizada de forma hierárquica em que nas camadas superiores estão representadas atividades globais e nos níveis inferiores as atividades especificas do trabalho a realizar (ver artigo com detalhes para a construção da EAP / WBS).
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como Fazer o Plano de Comunicação do Projeto

PMBOK: Ferramentas e Técnicas - Estimar Custos do Projeto