A Certificação PMP e o PMBOK


O que é a Certificação PMP

O PMP é um rigoroso programa de certificação profissional oferecido pelo Project Management Institute (PMI), visando o reconhecimento oficial e público de habilidades individuais no campo da Gestão de Projetos.




Na área da gestão de projetos, a certificação PMP é a credenciação profissional mais reconhecida e respeitada em termos mundiais, existindo atualmente mais de 350.000 gestores de projeto detentores de uma certificação PMP válida, em 2008 eram 200.000, o que atesta a importância que a industria atribui a esta certificação).

O que é o PMBOK


O livro Project Management Body of Knowledge ou Conjunto de Conhecimentos para a Gestão de Projetos, mais conhecido como “PMBOK Guide”, é da autoria do Comité de Padronização do PMI sendo a base de conhecimento sobre o qual assenta a certificação PMP.

Não se tratando propriamente de uma metodologia de gestão de projetos, na medida em que é um conjunto de processos genéricos que devem ser depois adaptados às necessidades específicas de cada indústria / organização, o PMBOK representa um esforço de padronização e identificando de um conjunto de processos, áreas de conhecimento, técnicas, regras e métodos usados na gestão de projetos.

Pela sua imensa importância internacional, o PMBOK é hoje um padrão de referência e uma inspiração para a generalidade das metodologias de gestão de projetos existentes.

O 1º draft do PMBOK foi publicado em 1986, tendo sido reconhecido em 1999 como uma norma ANSI – American National Standards Institute para a gestão de projetos. Presentemente na versão 4, e com a versão 5 em desenvolvimento (ver mais informação aqui) o PMBOK é constituído por 5 grupos de processos e 9 áreas de conhecimento e 5 grupos de processos.



O Processo de Certificação PMP

A certificação PMP consiste numa avaliação curricular, que atesta a alegada experiência do candidato, e num exame, com a duração de 4 horas e um total de 200 perguntas das quais 25 são questões de pré-teste, e não são contabilizadas em termos de pontuação final.

O exame é disponibilizado pela Prometric e realizado em formato eletrónico, existindo igualmente a opção do formato papel mas a um custo mais elevado.

O processo de candidatura é efetuado no sítio do PMI e decorre de acordo com o seguinte fluxo de atividades:


Os pré-requisitos diferem consoante o grau de formação académica do candidato. Quem tenha formação ao nível da licenciatura (1º ciclo de Bolonha) deve ter experiência mínima de 3 anos/36 meses em gestão de projetos, período durante o qual deve poder demonstrar um mínimo de 4.500 horas em atividades relacionadas com a gestão efetiva de projetos.
Quem tiver formação académica de ensino secundário deve dispor de 5 anos / 60 meses de experiência em gestão de projetos e um mínimo de 7.500 horas comprovados em atividades de gestão e liderança de projetos. À experiência soma-se a obrigatoriedade de 35 horas de formação formal em gestão de projetos.

O caderno de candidatura é preenchido diretamente no sítio do PMI, e o processo de validação / aprovação demora, no máximo, 4 semanas podendo ser exigido ao candidato que faça prova da experiência alegada.

Após receber do PMI o código de aprovação dos pré-requisitos, a inscrição do exame faz-se no sítio internet da Prometric. Aqui pode visualizar e escolher o local de exame e marcar a respetiva data. Com algum tempo de antecedência é mesmo possível proceder à remarcação do exame sem custos adicionais.

O Exame deve ser efetuado no período máximo de 12 meses após a aprovação da candidatura. No caso de reprovação o exame pode ser repetido três vezes com custos acrescidos por cada tentativa. Depois disso o candidato deverá esperar pelo menos 1 ano para poder propor-se de novo a exame.

Clique aqui para mais detalhes sobre a certificação PMP ou sobre outras certificações do PMI.
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

9 Programas de Software Grátis para Gestão de Projetos

Como Fazer o Plano de Comunicação do Projeto

PMBOK: Ferramentas e Técnicas - Estimar Custos do Projeto